fbpx

Editorial

Alexandra Ferreira (Diretora)

A coragem da princesa…

23 Mar. 2024

Foram semanas de especulação sobre a saúde da Princesa de Gales, foram comentários cruéis nas redes sociais e foram dias difíceis para William e a família que a todo o custo guardavam um segredo. Algo da sua intimidade. A saúde de Kate.

De repente, talvez pressionada por tanta especulação idiota na imprensa e redes sociais, a princesa levantou-se para falar e dizer de sua justiça porque com a saúde não se brinca e a sua condição não é, de facto, a melhor.

Kate, mulher de William, mãe de três filhos, decidiu fazer um vídeo para acabar de vez com as especulações. E nele disse ter sido diagnosticada com um cancro.

Nas palavras de uma Kate com uma aprência doente, magra e pouco sorridente como é seu hábito, saber que tinha cancro “foi um grande choque” que ela “e William tem estado “a processar e administrar de forma privada”.

Olhar para o vídeo e ver que aquela mãe está a lutar contra uma doença maldita com a maior das dignidades sem nunca esquecer que tem filhos pequenos. “Levamos tempo para explicar tudo ao George, Charlotte e Louis de uma forma apropriada e para tranquilizá-los de que vou ficar bem. ‘Como lhes disse: Estou bem e a ficar mais forte a cada dia e concentrar-me nas coisas que me ajudam a curar, a minha mente, corpo e espírito.” – explicou Kate.

E claro, lá está, tem o marido do seu lado e o carinho do povo.“Ter o William ao meu lado dá-me um grande conforto e segurança. Assim como o amor, o apoio e a gentileza demonstrados por tantos de vocês. Significa muito para nós dois.”

E, de repente, o povo garantiu que ela “não está sozinha” na luta contra a doença. Está a ser comovente verificar como o povo inglês respeita e considera a sua realeza. Aquela simbologia toda, uma empatia bonita, num reino que é uma ilha.

Apesar dos apelos do Palácio de Kensington para respeitarem a princesa enquanto recuperava da cirurgia, desapareceu e quanto mais o tempo passava sem a verem, maior o interesse por ela. Aguçaram-se as teorias da conspiração, até se tentou saber através de um emnpregado da cliníca médica onde Kate esteve, que doença ela teria…

E curiosamente, de todo o Mundo chegaram votos de boa recuperação. Até o rei Charles, seu sogro, disse estar “muito orgulhoso” de nora “pela coragem” de vir a público falar da sua saúde. Algo muito intímo e privado.

Kate não está sozinha nem sequer na doença já que o sogro descobriu ao mesmo tempo ter o mesmo diagnóstico de cancro para o qual tem sido tratado.

Na verdade, foi um choque a dobrar para o povo inglês que de repente tem o seu Rei Carlos e a sua Princesa de Gales a lutarem contra um cancro, a lutarem pela vida…

Na minha opinião, Carlos e Kate são dois personagens ímpares da família real – o Rei porque é alguém afável, humano, ecologista e conciliador e a Princesa pelo papel que tão bem tem desempenhado na estrutura real – é uma mulher jovem bonita que tem prazer em ser solidária com todos, que investe muito tempo a ajudar os outros. E é uma mãe a quem ninguém consegue apontar um dedo, sequer.

Também a Rainha Isabel II, quando ainda era princesa, teve de assumir muitos compromissos reais quando o pai, o rei George VI, lutava contra um cancro entre 1940 e 1950.

Para quem pense que a monarquia está em risco, desengane-se. Se William não conseguir ocupar o lugar do pai porque tem de acompanhar a mulher na doença, alguém da família o fará. O Rei Carlos tem irmãos que o vão substituindo nos afazeres reais. A princesa Ana, irmã de Carlos, tem andado num corropio e Eduardo e André, também.

Ana e outros membros da realeza como o Príncipe Eduardo e a mulher Sophie, vão garantindo que a realeza ultrapasse esta má fase de saúde de dois membros tão carismáticos para esta estrutura.


© 2022 Direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Segue News. | Prod. Pardais ao Ninho.